Pichon Comtesse Lalande 750 mL

RP 95 TA 97 WE 96
Blend
Tinto
Confrade: R$ 3.229,15 Não Confrade: R$ 3.799,00
Um vinho com a assinatura de um tradicionalíssimo Château.
R$ 3.799,00
Este é um vinho tinto que tem todas as características tradicionais dos vinhos de Pichon Lalande. Com a forte presença da Cabernet Sauvignon, tem excelente estrutura, com uma predominância do sabor groselha negra. Aveludado, longo e extremamente elegante.

  • Tipo do Vinho
    Tinto
  • Uva
    45% Cabernet Sauvignon, 35% Merlot, 12% Cabernet Franc, 8% Petit Verdot
  • Volume
    750ml
  • Teor Alcoólico
    14%
  • Vinícola
    Château Pichon Longueville Baron
  • Amadurecimento
    20 A 24 Meses Em Barril De Carvalho
  • Safra
    2010
  • Potêncial de Guarda
    Até 20 anos
  • Temp. de Serviço
    16°C a 18°C
  • Visual
    Granada com reflexos púrpura.
  • Olfativo
    O nariz é caracterizado por um buquê de aromas misturando groselha preta e violeta, baunilha e canela.
  • Gustativo
    Em boca, os taninos aparecem muito maduro e derretendo, revelando uma estrutura firme, incrível maciez, harmonia perfeita e uma longa persistência. Jovem, o vinho é sedutor sem prejuízo da sua longevidade.
  • Vinho Como Eu Vejo
    Complexo, Encorpado, Frutado, Macio,
  • Momento de Consumo
    Comemoração, Jantar a dois, Meditação,
  • Região
    Bordeaux

VINHO COMO EU VEJO:

• Complexo
• Encorpado
• Frutado
• Macio

MOMENTO DE CONSUMO:

• Comemoração
• Jantar a dois
• Meditação

No século 18 os Châteaux Pichon-Lalande e Pichon-Baron era uma propriedade só. Mas foi no ano de 1850 com o falecimento do Baron Joseph de Pichon Longueville a propriedade teve que sre dividida entre os herdeiros da família. Foi então que o barão dividiu a propriedade entre seus cinco filhos, dois homens e três mulheres. A partir de então a propriedade começou a produzir dois estilos de vinho bem diferentes. em Pauillac. O que aconteceu foi o seguinte, Virginie a esposa do Conde de Lalande assumiu a gestão da propriedade sob o nome de Comtesse de Lalande sem herdeiros, foi passando de tios para sobrinhos. E foi no ano de 1925 que a família Miailhe comprou a propriedade e os irmãos Miailhe foram responsáveis por ter mais plantação de Merlot no château. Seguindo a tradição da gestão feminina, May-Eliane de Lencquesaing era filha de Edouard Miailhe assumiu o trabalho na propriedade. May-Eliane fez altos investimentos na vinícola, ela viajou o mundo de forma incansável e se tornou uma das grandes embaixadoras de Bordeaux. Os vinhos ganharam notoriedade mundial.

Carne vermelha grelhada acompanhada por legumes grelhados.

[time] atrás, de [location]
As configurações de cookies deste site estão definidas para 'permitir todos os cookies' para oferecer a melhor experiência. Clique em Aceitar cookies para continuar usando o site. Acesse somente se for maior de 18 anos.
Você se inscreveu com sucesso!