Produto adicionado com sucesso!

La Nerthe Chateauneuf-du-Pape Cuvee Cadettes 2015 750 mL

Chateau La Nerthe
França
Blend
Tinto
Confrade: R$ 1.592,90 Não Confrade: R$ 1.874,00
O Cadettes cuvee e composto pelas 3 principais variedades tintas do Chateauneuf du Pape dos vinhedos mais antigos, com aproximadamente 80 anos.
R$ 1.874,00
Uma seleção das mais antigas parcelas de vinhedos produz o Cuvée des Cadettes, onde Grenache, Mourvèdre e Syrah são co-fermentados da maneira tradicional. O envelhecimento em madeira nas adegas do século XVI ocorre por meses. Les Cadettes expressam a elegância, poder, raça e equilíbrio deste terroir único.

  • Tipo do Vinho
    Tinto
  • Uva
    35% Grenache Noir, 33% Mourvèdre e 32% Syrah
  • Volume
    750 ml
  • Teor Alcoólico
    14.5%
  • Vinícola
    Chateau La Nerthe
  • Amadurecimento
    Passagem por 12 meses em carvalho
  • Safra
    2015
  • Potêncial de Guarda
    Vinho de guarda
  • Temp. de Serviço
    16°C a 18°C
  • Visual
    Vermelho rubi
  • Olfativo
    Percebemos aromas de fermentação, especiarias doce, cereja preta. As notas de uvas frescas são sobrepostas os de frutas negras.
  • Gustativo
    Na boca o frescor está presente, encontramos uma ótima juventude na expressão aromática. Um vinho rico e complexo cuja expressão está em formação. As notas de envelhecimento são discretas e desaparecem antes do poder do vinho imagine o incrível potencial que este vinho pode adquirir com envelhecimento.
  • Vinho Como Eu Vejo
    Complexo, Austero, Encorpado, Equilibrado, Macio
  • Momento de Consumo
    Jantar a dois, Comemoração, Presentear, Meditação
  • Região
    Rhône

VINHO COMO EU VEJO:

• Complexo
• Austero
• Encorpado
• Equilibrado
• Macio

MOMENTO DE CONSUMO:

• Jantar a dois
• Comemoração
• Presentear
• Meditação

A histórica e belíssima propriedade do Châteu La Nerthe pertencia originalmente à família aristocrata francesa Tulle, que comprou o castelo em 1560. Rapidamente desenvolveram uma reputação de qualidade na produção de vinhos, colocando a região em evidência. Não demorou muito para a elite europeia se interessar na produção, e os rótulos foram servidos à mesa das Cortes Reais de Londres, Roma e até Versailles. A vinícola ficou nas mãos da família por gerações, até o século XIX, quando foi vendida a Josep Drucos. Quem administrava à época era, porém, o lendário gerente de vinícolas Alain Dugas - até a sua aposentadoria em 2008. Desde então, Christian Veroux é o responsável pela produção modernizada, sem abandonar a paixão em nutrir o renomado terroir.

Vai perfeitamente com carne assada ou caça em molho.

[time] atrás, de [location]
As configurações de cookies deste site estão definidas para 'permitir todos os cookies' para oferecer a melhor experiência. Clique em Aceitar cookies para continuar usando o site. Acesse somente se for maior de 18 anos.
Você se inscreveu com sucesso!