Produto adicionado com sucesso!

Esgotado

Errazuriz Estate Series Carmenere Reserva 2019 750 mL

Errazuriz
Chile
Carmenere
Tinto
Confrade: R$ 0,00 Não Confrade: R$ 0,00
Este grande Carmenere vai surpreender o seu paladar!
É comum encontrarmos rótulos de entrada feitos a partir da Carménère. Não são muitas as vinícolas que exploram o máximo potencial da cepa de origem francesa que assumiu o Chile como lar – mas a Errázuriz é uma das exceções. Este grande vinho exibe uma faceta mais complexa da uva, que certamente vai surpreender quem está acostumado a seus exemplares de entrada. Seus aromas vão além das tradicionais amoras e pimentões – tais notas brilham ao lado de figo, pimenta vermelha, cranberry, tostados e cravo-da-índia. No paladar, equilibra-se entre toques picantes e maduros, mostrando boa estrutura e chegando a nuances minerais de grafite. Um Carménère gastronômico, que pede um prato tão rico e aromático quanto é o vinho!

  • Tipo do Vinho
    Tinto
  • Uva
    100% Carménère
  • Volume
    750 ml
  • Teor Alcoólico
    13.5%
  • Vinícola
    Errazuriz
  • Amadurecimento
    Parte do vinho passa 7 meses em barril de carvalho.
  • Safra
    2019
  • Potêncial de Guarda
    Até 5 anos
  • Temp. de Serviço
    16°C a 18°C
  • Visual
    Rubi intenso
  • Olfativo
    No nariz, exibe notas de pimenta vermelha e pimentão com nuances de figos e cranberry finalizadas com tostadas e cravo-da-índia
  • Gustativo
    Paladar intenso, com ótima estrutura e suavidade, final longo.
  • Vinho Como Eu Vejo
    Frutado, Macio, Encorpado,
  • Momento de Consumo
    Dia-a-dia, Churrasco,
  • Região
    Vale Do Aconcagua

VINHO COMO EU VEJO:

• Frutado
• Macio
• Encorpado

MOMENTO DE CONSUMO:

• Dia-a-dia
• Churrasco

Foi depois de viajar o Chile de norte a sul que Don Maximiliano Errázuriz encontrou no Vale do Aconcágua o terroir ideal para as mudas europeias que trouxe para o país sul-americano em pleno século XIX. Foi pioneiro na exploração do Vale para a produção de vinhos finos e abriu as portas da vinícola batizada com o sobrenome de sua família em 1870. Os seus descendentes herdaram seu espírito visionário e consagraram seus vinhos mundo afora. Hoje, a vinícola é conduzida por Eduardo Chadwick Errázuriz que conta com o enólogo Francisco Baettig, um dos mais respeitados do Novo Mundo.

Charuto de folha de uva, pimentão recheado ou lasanha de berinjela

Você se inscreveu com sucesso!